domingo, 30 de setembro de 2007

Ideia...


"Avant de dire quelque chose, il faut s'assurer que le silence ne soit pas plus
important."
Marcel Marceau





Dois dos meu silêncios preferidos!

E algo que gosto de ver em silêncio...


LOUIS

sábado, 29 de setembro de 2007

A árvore das possibilidades

A árvore das possibilidades: a vida tal qual se revela ao homem que, espantado, chegou ao limiar a sua vida adulta: uma ramagem abundante cheia de abelhas a cantar. E acha que compreende por que é que ela nunca lhe mostrou as cartas: ela queria escutar sozinha, sem ele, o susurro da árvore, porque ele, (...) representava a abolição de todas as possibilidades, ele era a redução (mesmo que uma redução feliz) da sua vida a uma só possibilidade. Ela não lhe podia falar daquelas cartas porque essa sinceridade teria dado imediatamente a conhecer (a si mesma e a ele) que não se interessava verdadeiramente pelas possibilidades que as cartas lhe prometiam, que renunciava antecipadamente àquela árvore perdida que ele lhe revelava.

A Identidade,
Milan Kundera

Blowers Daugther,
Damien Rice
Ella

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

sábado, 22 de setembro de 2007

"Nureyev : From Russia with Love"

Hoje estreou na BBC2 um novo documentário inteiramente dedicado a um dos mais célebres bailarinos do século XX - Rudolf Nureyev. Nascido num comboio viajando por terras Siberianas, Rudolf Nureyev (1938-1993) veio ao mundo em andamento, e nunca mais parou. Passo a mensagem que este mesmo documentário será apresentado no final de Outubro noutros países da Europa... estejam atentos!


Rudolf Nureyev
©Louis Peres, courtesy Rudolph Nureyev Foundation


E, se em Novembro estiverem por Paris, não percam "The Nutcracker", coreografia de Nureyev. ELLA marca a tua viagem!!!

Onde? Paris Bastille Opera
Quando? Première 14 nov. 2007 19h30
Représentations 18 (14h30), 19, 22, 24 (14h30/20h), 27 nov., 2 (14h30), 4, 5, 7, 8, 10, 11, 13, 14, 16 (14h30)*, 17, 19, 22, 23 (14h30), 25, 26, 28, 29 déc. 2007 19h30

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Live from Paris!

Num belo domingo de tarde estava eu calmamente a enfiar os meus patins para ir dar uma volta pela cidade quando de repente...


500 e tal pessoas a patinar pelas ruas de Paris!


E algumas curiosidades...



Ponto de chegada: Tecno Parade na Bastille, a loucura!
PS: ok, admito, fiquei 5m mas depois fugi daquilo a 8 rodas, não se podia ouvir...meus ricos ouvidos.

LOUIS ze frog

Sou uma menina crescida...


Photo by Eve Arnold

Assinei hoje o meu primeiro contrato!
Ella

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Hoje...


Deve ter sido o concerto da vida de muita gente.

Daddy G e 3D ou Massive Attack

O meu foi no dia 21 de Maio de 2003, no mesmo sítio. E foram estes senhores que mo proporcionaram. Os inventores do trip-hop, precursores do som de Bristol. Os maiores.

domingo, 16 de setembro de 2007

Maintenant ou jamais!

Continuando a saga dos french movies, ontem vi "L'âge d'Homme", outro filme para Romain Duris brilhar com uma personagem similar ao "De batre mon coeur..."(semelhança essa nada inocente, vejam o filme para perceber). É apesar de tudo um filme levezinho, sobre a passagem à vida adulta, traduza-se trabalho, compromisso, casamento e filhos! E o medo de não corresponder ao homen perfeito idealizado, basicamente o medo de ser uma nulidade para o resto da vida. Boa surpresa também com a actriz Aissa Maiga, muito bem disposta que faz um optimo par com o Duris, criando assim um filme "mestiço" cheio de vida e vidas! Não sei se vai passar por terras lusas, mas penso que não vai escapar ao festival de cinema francês. Se quiserem passar um bom momento, não deixem escapar!

LOUIS (de Lutécia)

sábado, 15 de setembro de 2007

2 days in Paris

Depois de passar a semana a dizer "amanhã vamos ao cinema" e o amanhã chegar sempre ao fim cansado e esgotado, finalmente coloquei os pés no dito cinema para ver este filme. Uma comédia romântica/costumes, simples e realista. Gostei, gostei mesmo. Gosto de filmes assim, onde as personagens são reais com defeitos e virtudes, e principalmente onde não dizem sempre as coisas certas, tal como todos nós. Afinal é isso que nos torna humanos.
Julie Delpy estreia-se assim como realizadora próxima do estilo de Richard Linklater e de forma muito promissora.

"It's not your cock that's too big for French condoms, it's your ego that's too big for French condoms. And Italian condoms too.", Marion.

Ella

terça-feira, 11 de setembro de 2007

I'm Back!!


Pessoal, o (pseudo)Batman está de regresso às malhas da Net! Hoje finalmente foi activada a minha linha depois de uma semana (!) à espera que os técnicos desta cidadezinha se dignassem a carregar num botão (isto em Portugal era coisa de 1 dia no máximo, já posso começar a dizer mal). Nunca pensei ter assim tantas saudades de surfar...Bom, mais do que surfar, é mesmo voltar a contactar com todo o pessoal sem pagar balúrdios ao telefone. Portanto aqui está o vosso estímável (espero eu) repórter enviado para Paris pronto a fazer um relatório no mínimo semanal para permitir alargar ainda mais os horizontes (bem ao jeito de um Big Brother) deste nosso querido Kind of Blog. Aproxima-se a Apple Expo (25 Setembro) com muitas muitas novidades, e tenho uma série de reportagens fotográficas para vos mostrar nos próximos dias. Só grandes expectativas, não sei se vocês vão aguentar!
Bisous aos colaboradores! :)

Le LOUIS

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Todo o mundo é composto de mudança

Camões


2007 foi ano de altos e baixos... Foi um ano de mudanças. Muitas. Uns casaram. Outros arranjaram emprego, adoptaram um cão, mudaram de cidade, de país, compraram casa, tiveram filhos... Outros ainda, "fizeram das tripas coração"... Enfim, mudaram. E eu, eu também mudei. Ou talvez não tenha mudado, mas crescido.
Até há poucos dias, este ano podia ser simplesmente removido da minha memória, mas talvez isso fosse apenas arrancar a crosta da ferida - eu sei. Este ano perdi muita coisa. Perdi. E ainda não sei como parte da minha vida sobreviverá alimentada de memórias. Memórias contadas e escritas vezes sem conta no medo de que com o esquecimento de uma, todas as outras se desvaneçam. No medo de ao perdê-las perder-me, esquecer-me de mim. O perigo de andar para a frente sem passado. Vazia. Oca. A verdade é que dependemos mais dos outros do que na realidade temos consciência, numa espécie de dependência salutar. A única que vale a pena.
Mas também ganhei... Ganhei um emprego, as pequenas maravilhas, os pequenos prazeres, as pequenas delícias, os momentos mágicos, e as pessoas extraordinárias que habitam e permanecem para sempre pairando na minha vida.

Ella

Foto tirada da Magnum Photos

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

XV bravos à procura da glória.

Arranca hoje o Campeonato do Mundo de Rugby. Em França, onde é desporto nacional. São poucas as pessoas que entendem o sentido num desporto de "cheira rabos" que pode ser tão violento e com regras tão estranhas. Trata-se, no entanto, do verdadeiro jogo de cavalheiros e de uma autêntica simulação da vida. Porque se os jogadores quisessem podiam lesionar os adversários seriamente, porque não se discute com os árbitros, porque apesar de se ter de passar para trás e estar-se constantemente a ser impedido de marcar é no jogo de equipa que estará o sucesso, porque não há estratégias defensivas.
Nos países com expressão no Rugby é o verdadeiro desporto das massas, do povo, ao contrário de cá em que é mais um estatuto por parte da "elite". Felizmente isso também está a mudar. Não é o meu desporto preferido, longe disso, mas tenho vindo a admirá-lo e tem-me vindo a entusiasmar, principalmente em alturas de Campeonato do Mundo.
Pela primeira vez temos uma selecção na terceira prova desportiva do mundo. Amadora é certo, mas com garra de profissionais. Autenticos outsiders, os Lobos portugueses esperam não sofrer a maior derrota de sempre com a Nova Zelândia e talvez fazer um brilharete num outro jogo com uma vitória. Se não conseguirem, não faz mal. Desta vez há mesmo desculpas para o insucesso tal o nosso amadorismo.

Prognósticos para a vitória, qualquer uma selecção do hemisfério sul e o XV francês por jogarem em casa. Eu vou torcer pelas ilhas Fiji e por todas do pacífico sul além dos nossos tugas.

Ella: desta vez nem o pontapé maravilha do teu Wilko safa a Inglaterra. O mocinho está lesionado e não há milagres como da outra vez no último minuto.

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

O verdadeiro patinho feio

Este é o melhor tónico para um gajo como eu que também usou uns óculos destes... Pior, que usou uma daquelas palas para um lazy eye. Quem é este patinho feio, hoje tornado sex symbol? Vá é fácil, chocante mas fácil.



Ainda há esperança para ter as mulheres do mundo aos meus pés. Vou começar a arrancar os cabelos brancos que começam a aparecer para ver se crescem mais... MUAHAHAHAH !!!!

Se se quiserem rir mais um bocado e perder um bocado de tempo num daqueles testes de internet... Eu, cusco das celebridades que sou tive 85%!

terça-feira, 4 de setembro de 2007

I HEART NY

Uma semana inteira sem fumar cigarros. Não, não deixei de fumar, até porque é cedo demais para poder fazer uma afirmação dessas. Perante o desafio de começar uma poupança mensal para uma viagem anual e porque prefiro muito mais viajar que fumar, estou em processo de desintoxicação.
É por querer juntar Nova Iorque a Marrakech, Barcelona, Amesterdão ou Florença na minha lista de cidades favoritas que tomo esta decisão de tentar. É porque prefiro os cheiros dos mercados citadinos de manhãzinha ao sabor de um Ventil, ou uma vista de tirar a respiração à falta de ar depois de subir dois lances de escada que tomo esta decisão. É por amar as cidades que não conheço, essas vistas que não vi que tento.
Enquanto vos escrevo o que apetecia mesmo era um cigarrito, mas não, isso é uma parte de um cachorro à porta do Madison Square Garden, ou a entrada naqueles freak shows em Coney Island, ou um whisky no Birdland a ouvir um qualquer virtuoso do sax. É um pequeno-almoço com vista, pode ser para a Tiffany's ou uma entrada no MoMA. É porque adorava aprender a cair no gelo em frente ao Rockefeller Center ou passar a Brooklin Bridge a pé que abdico desse momento sublime que é um cigarro ao café.

Não deixei de fumar, mas juro que estou a tentar e como tudo o que vale a pena, custa. Tanto!

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Namorado fora

Paris je t'aime
Será que nos vamos tornar naqueles casais de namorados que levam horas para desligar o telefone?
Desliga tu primeiro. Não tu. Então os dois ao mesmo tempo. Está bem. 3.2.1. Então… não desligaste? Tu também não? Ou ainda. Amas-me? Amo. Muito? Muito. Eu amo mais! Não, eu é que amo mais!
Brrrrrrrr… mete medo!

Ella

Pensamento do 1º dia de trabalho

Já me tinha esquecido da sensação de fazer um trabalho do qual realmente se gosta.

Música carinhosamente oferecida pela Yorkie Girl para celebrar o meu 1º dia de trabalho. Merci ma belle! E já agora aproveita o sol na bela Sicília!

Ella