terça-feira, 27 de novembro de 2007

Ufff (pingo de suor a escorrer pela testa como nas animes japonesas)

Contributo para a implementação de um Sistema de Gestão Ambiental no CS-SRSH de acordo com a Norma NP EN ISO 14001:2004 - CHECK

69 páginas, 21 321 palavras, 118 874 caracteres sem espaços, 1 032 parágrafos, 2425 linhas e 9 anexos depois está entregue. Foi difícil, às vezes parecia impossível, mas está feito.

Comparado connosco o Jack Bauer é um menino. Uma directa por época é peanuts.

Constatação: O gajo que inventou o Office 2007 deve ser o filho do diabo.

Obrigado pela preocupação e apoio.

Agora falta o mais difícil. Torçam por mim!

Vou ali ver se a minha cama ainda lá está.

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

A Ginginha esta fechada


O quê? Não pode ser?! E agora? Onde vamos beber aquele copinho antes de uma ida ao Coliseu? Onde vamos beber aquele copinho ao fim da tarde de uma Primavera, Verão, Outono ou Inverno? Onde vamos levar os nossos amigos estrangeiros a provar a mais tradicional bebida Portuguesa? Ao que parece, a ASAE, Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, apenas cumpriu o seu dever, encerrando-lhe as portas.

A Ginginha do Rossio esta fechada. A Ginginha do Rossio era um monumento nacional.

Mais um Outono

Sinto o frio e o vento...
A pele seca, os lábios também.
Sinto a chuva e o ar sombrio...
A voz rouca, trovejando além.

A sombra em mim desapareceu,
O céu cobriu e a água à terra desceu...

Sinto a luz e o som...
A natureza relampejante.
Sinto o medo e a aproximação...
A energia trespassante.

O medo em mim desvaneceu,
E a terra molhada ao céu agradeceu...

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Marion Cotillard

Maybe we're not supposed to be happy. Maybe gratitude has nothing to do with joy. Maybe being grateful means recognizing what you have for what it is. Appreciating small victories. Admiring the struggle it takes to simply be human. Maybe, we're thankful for the familiar things we know. And maybe we're thankful for the things we'll never know. At the end of the day, the fact that we have the courage to still be standing is reason enough to celebrate.
Grey's Anatomy

Or maybe that's really happiness!??
Ella

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Tal e qual...

Constatação

Uma das minhas maiores qualidades é conseguir fazer depressa e bem.

Um dos meus piores defeitos é adiar tanto as coisas que não tenho outro remédio senão fazer depressa e bem.

Copiado daqui

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

O Sexo e a Cidade

... e eu que sempre vi uma Sammantha dentro de mim.

Quero ver os vossos resultados meninas!

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Estamos em Obras

Pedimos desculpa pelo incómodo. Prometemos ser breves. Assim que a Ella puser as suas mãozinhas mágicas no novo modelo de gestão bloguística, o blogger nunca mais será o mesmo. Assim sendo, fiquem com uma música dos Men at Work, claro. Porque não há nenhuma banda chamada Women at Work e porque assim sempre se matam saudades das míticas noites de Agosto do Sítio da Várzea.


Men at Work - Who can it be now

sábado, 10 de novembro de 2007

Joni Mitchell


Auto-retrato em "Both Sides Now"

Recente descoberta desta senhora. CD recheado de clássicos dos anos
30 e 40 e duas composições originais da própria com
uma grande orquestra a tocar e solos de Wayne Shorter.
Canta maravilhosamente bem.
E sempre que o ouço lembro-me que estou cada vez mais apaixonado,
não só pela música....

LOUIS

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

"And they call him Sandy Claws !!" - Jack



Santa - " 'Twas a long time ago, longer now than it seems in a place perhaps you've seen in your dreams. For the story you're about to be told began with the holiday worlds of auld. Now you've probably wondered where holidays come from. If you haven't I'd say it's time you begun..."



E eu desesperadamente à procura em Paris de um cinema com este filme em 3D em versão original! Que desespero. Mas nota-se aqui na cidade um princípio de espírito natalício...para o que tem de bom e de mau. Prometo fotos brevemente, quando o tempo melhorar...

LOUIS from Pumpkin Town

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Les Chanson d'Amour


Saudade até que é bom
É melhor que caminhar vazio
Sonhos, Caetano Veloso

Estou há algum tempo para escrever sobre o filme, mas isto de dar uma opinião sem poder dizer o que quer que seja sobre a história para não ferir susceptibilidades daquele tipo de pessoas que "não quer saber" é muito limitante. Neste caso o mote não estraga em nada o desenrolar da trama, pois é o mesmo de todas as histórias de amor - duas pessoas que se amam.
Quantas pessoas caberão numa suposta relação a dois? E o que fazer ao amor quando perdemos sem razão o objecto do nosso amor? São algumas das perguntas que ressoam durante o filme e ao longo do caminho para casa. E para as quais cada um tem as suas respostas, se já as encontrou.
Confesso que não sou pessoa de musicais e saber de ante mão que vão desatar a cantar por tudo e por nada me deixou um pouco de pé atrás, mas o que aconteceu foi o contrário. Louis Garrel com o seu cabelo tempestivo canta e encanta. Banda sonora de excelência, música mesmo "aux point". No sítio certo, na altura certa. Muito french, bien sure!

Ama-me menos, mas ama-me durante mais tempo.
Ismael, Les Chanson d'Amour
Ella