domingo, 14 de dezembro de 2008

All I want for Xmas is...


O quentinho do meu lar,
Uma árvore de Natal,
Uma lareira bem acesa,
Sapatinhos pendurados,
Embrulhar os meus presentes,
Escrever postais de Natal,
Comer bacalhau na consoada,
Fazer fatias douradas,
Carregar o telemóvel 1000 vezes,
Falar com os meus amigos,
Estar com a minha família,
Matar saudades...

E Glühwein em Berlin para aquecer!!!





Photos by BB*
Weihnachtsmarkt 2008 @ BERLIN

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Dia 31 de Dezembro

Photo by Mystic

Meus caros amigos, como sabem na noite de dia 31 festeja-se a conhecida Passagem do Ano. Como em anos anteriores a mesma pergunta repete-se: O que é que vamos fazer na Passagem do Ano? Ou melhor, em jeito de "passa ao outro e não ao mesmo": Então já decidiram o que vamos fazer na Passagem de Ano?
Muito se especula sobre essa noite mágica mas na minha experiência, apesar das grandes expectativas criadas em redor dessa mesma noite, sempre me diverti muito mais noutras noites. Também é verdade que tenho muitos e memoráveis momentos dessas noites registados, todos eles passados com a minha família de amigos. Vocês.
Por isso, independentemente do que fizermos e de não saber como invariávelmente essa noite irá terminar, sei que tudo aquilo de que preciso para me divertir são vocês! E onde vocês estiverem... eu estou bem!

Ps. Se quiserem ter em consideração a seguinte sugestão... preferia não estar 1hora à espera de um táxi e acabar por vir para casa a pé. É que desconfio que não vamos encontrar uma casa com snaks aberta às 5h da manhã!
Ella

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Nunca estive tão perto de África como...

Cesária Évora (Coney Island, 2003)
Photo by Mark Seliger 

Enquanto percorria as páginas da Terra Sonâmbula saltitando entre estações de metro até chegar ao São Jorge para ver o concerto da Cesária Évora.
Pode se reconhecer que o artista é grande quando ao entrar em palco já toda uma plateia se levanta para o louvar com uma salva de palmas.
Resumindo Cesária Évora em duas palavras: doce embalar.
Música que lembra a tristeza e a melâncolia do fado, o calor brasileiro e o balanço cubano. E no meio há uma mulher que permanece quieta e impassível ao movimento das notas e que canta em jeito de susurro.
A meio do concerto anuncia qualquer coisa como: a próxima musica é instrumental enquanto eu vou beber um chá e fumar um cigarro. Senta-se na penumbra do palco numa mesa ao lado do piano e acende o cigarro ficando o fumo a pairar por entre a música e as luzes do palco. Em conversa com uma amiga que a ouviu na California há alguns anos atrás, esta atitude que em Portugal foi saudada escandalizou os Americanos.

Fica a música que ela não cantou... 



Ella