quarta-feira, 22 de julho de 2009

Cheers!

Here's to the crazy ones. The misfits. The rebels. The troublemakers. The round pegs in the square hole. The ones who see things differently. They're not fond of rules. And they have no respect for the status quo. You can quote them, disagree with them, glorify or vilify them. About the only thing you can't do is ignore them. Because they change things. They push the human race forward. And while some may see them as the crazy ones, we see genius. Because the people who are crazy enough to think they can change the world, are the ones who do.

Apple Computer Inc.

sábado, 11 de julho de 2009

Isto promete...




E de onde surgiu esta voz "super sexy"? Se bem me lembro, até à pouco tempo, a voz do menino do "Terceiro calhau a contar do sol" era bem mais fininha!
No filme descobri estes rapazes Australianos com musicas muito engraçadinhas... Adoro o nome da banda!!...

The Temper Trape myspace

Sweet Disposition



Ella

domingo, 5 de julho de 2009

Um livro e um filme II

Stealing Beauty,
by Bernardo Bertolucci
1996

A amizade, história de perdões incessantes. Com o passar do tempo perdemos a paciência para a história, já não nos importa perdoar e ser perdoados. Essa aeróbica interior cansa, miúda. Eras tão obsessiva em tudo. Queria roubar-te a obsessão, ter outra vez os teus vinte anos. Mas eu era já demasiado velho, voltava a ser novo, como as crianças, trocando um brinquedo pelo outro, respondendo ao brilho da próxima mão, existindo à superfície das coisas, táctil. A sabedoria do gozo, avessa à ciência do prazer. A felicidade esgotava-te, o sofrimento exaltava-te, nada era fácil para ti. "Como podes ter vivido tanto e ser tão leve?", perguntavas-me. Eu respondia-te apenas com um sorriso. Ai de ti, se descobrisses que viver demasiado é desistir da vida.

Fazes-me Falta,
Inês Pedrosa


O retrato da amizade para além das barreiras do tempo e da ausência. Um livro feito das palavras que ficam por dizer para além da eternidade e do peso de as "transportar".
Ella

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Pina Bausch




Soube da notícia ontem, ao folhear o Diário de Avisos!
Fiquei estarrecida, não podia imaginar que não iria ver nenhum outro espectáculo dela.
Guardo na memória o melhor espectáculo do mundo, da sua autoria: Aqua!
Sem palavras, estamos significativamente mais pobres.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

O mundo é MESMO pequeno...


O que dizer quando em plena Noruega, um mexicano aborda um grupo de portugueses (onde eu me incluia) dizendo:

- " São portugueses? Eu sou mexicano, mas o meu pai nasceu nas Caldas da Rainha...."