sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

PhD course: lesson VI

Cindy Crawford by Annie Leibowitz

... hard work with multitasking is part of your training...

I don't get it?
Being a woman I thought Multitasking was already encoded in my DNA!
Ella

PhD course: lesson V

Error generates diversity.

Ella

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Seis


SEIS TROJANOS tinha eu no meu netbook!

Não era um nem dois, a infectar-me e a dar-me cabo
do bom humor e da minha capacidade de trabalho!

3 dias para resolver o problema!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Biodiversity is life. Biodiversity is our life.

Watch the official International Year of Biodiversity video and learn more about the value of biodiversity and why it is in crisis.





quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Unbreakable soul

Invictus,
by Clint Eastwood

Faz hoje 20 anos que Mandela foi libertado. Respeito, muito respeito é o que sinto por este senhor. E o filme como todos os do Sr. Clint "very good indeed". E devo dizer: damn I love that game!

I am the master of my fate:
I am the captain of my soul.
by William Ernest Henley

Ella
Ps. venho por este meio concordar com a djibicou e dizer que única coisa a apontar é aquela musiquinha cantada do filme... pedia mais! Temos pena!

PhD course: lesson III

Equilibrium is dynamic.

Ella

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

PhD course: lesson II

Stability is relative.

Ella

PhD course: lesson I


Everybody thinks that most relations happen because they are meant to be. But in fact some happen just because they fail to avoid each other.

Ps. E eu que pensava que era só ciência!
Ella

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Primeiro emprego aos 25 anos

(no Inimigo Público)

Como justificar que está à procura do primeiro emprego aos 25 anos sem revelar que é licenciado

O desemprego entre licenciados subiu 22,5% no último ano, enquanto o desemprego entre a população com o ensino secundário baixou 3,9%. O Inimigo deixa-lhe algumas estratégias para justificar os anos que esteve na faculdade, numa entrevista de emprego.

1. Eu estive na faculdade, mas não estudei nada. Fazia parte da tuna e apenas fiz a cadeira de Inglês I. Depois houve uma reformulação do curso e Inglês I deixou de fazer parte da minha licenciatura. Nessa altura tive que dizer aos meus pais que afinal não estava quase a tornar-me engenheiro de minas. Isso foi ontem.

2. Dos 18 aos 23 anos estive agarrado ao cavalo. Vivia numa tenda no Intendente e cravava trocos na 24 de Julho. Uma vez tentei estacionar um daqueles eléctricos grandes.

3. Estive preso preventivamente pela prática de promoção de aborto clandestino. Dediquei-me essencialmente ao culturismo.

4. Recebi uma herança e passei cinco anos sem trabalhar. Durante o dia dormia e à noite ia para os copos. Depois voltava ao principio.

5. Tive uma grande paixão pelo circo e percorri o país todo em rotundas. No Natal é que era.

6. Fui raptado pela CIA e levado para uma prisão no Norte de África, onde fui interrogado por métodos desumanos. Mas nunca disse nada. Sexta-feira libertaram-me numa estrada de terra batida na transilvânia, mandei o meu currículo e aqui estou.

Carta de motivação

O meu interesse na industria dos (pôr aqui o nome do sector) pode-se resumir numa palavra: recibos verdes. Pessoalmente não gosto de actividades de lazer e procuro um sentido para a vida numa empresa à qual me dedicar, nomeadamente através da luta armada. Laboralmente falando eu vejo-me como uma gueixa, existo para servir a organização em que estou inserido. A nível de remuneração o que mais valorizo são palavras de apreço e incentivo e ocasionalmente uma palmada no rabo. Defino-me como uma pessoa humilde que não anda por aí armada aos cucos a dizer “ah, eu é que sei, isto é assim, há que cumprir a lei, não sei quê”.

Modelo de CV para garantir a empregabilidade

Habilitassões: ao nível do 10º primeiro ano, incompleto

Línguas: Português, Espanhol, Brasileiro

Qualificações: Curso Avançado de Astrologia do Centro Andrómeda, licença de condução de velocípedes.

Competências: utilização de agrafador e fitacola, atendimento de telefones de várias redes, recebimento de faxes, idas ao banco e prática de fotocopiadora

Experiência profissional (por ordem crunológica inverça):
Dispensador Semafórico de Imprensa Gratuita – 2006 a 2007
Pai Natal – Natais 2006 e 2007
Agente de marketing directo ao transeunte (Rua Augusta) – 2004 a 2005
Técnico de embrulho – Natais 2003, 2004 e 2005
Coelho – Páscoa 2003.
Piloto gastronómico (Telepizza) – 2002

Prémios e distinções:
Melhor desenho do dia da árvore (dia da árvore, 1989)

Cores preferidas: azul e castanho.

Outros: Redacção de SMS com ambos os dois polegares

Obies: ver televisão e ver cinema e ver filmes.




Se não fosse dramático, até era divertido!
O pior é que dentro de pouco tempo será:
1º emprego aos 32 anos e com um doutoramento no estrangeiro!

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Adaptação

Não é à toa que a minha família é completamente matriacal...
Há 1 ano a minha mãe não sabia ligar e desligar o PC. Ontem descobri que tem uma conta no Facebook....