quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Vhils no Museu da Electricidade


Domingo passado fomos dar um passeio pela exposição do Vihls no Museu da Electricidade. Apesar de não ser muito grande, nós gostámos bastante. Está bem construída, o espaço escolhido e a organização do mesmo é excelente. E é muito interessante ver o conceito que já tanto nos habituámos a ver pela rua aplicado a outros materiais e outras técnicas. Eu trazia umas quantas peças para alegrar as paredes aqui de casa. Aproveitem a oportunidade que a exposição está prestes a terminar, vale a pena e ao contrário da maior parte das coisas na vida... É grátis!

Como é de esperar apesar das muitas máquinas fotográficas ao sairmos de casa percebemos que tudo estava sem bateria... Great! Ficaram as do iphone'zinho para contar a história!














sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Crying mummy



Basicamente é isso. Sou uma crying mummy. Desde que fui mãe sou uma choramingas. Ou quase. É no comboio ou no metro enquanto leio um livro. É com os telejornais, filmes e séries. E até mesmo, no  outro dia, enquanto assistia a uma conferência de um prémio Nobel. Enfim.. Quando dou por mim estou a fechar as mãos com força e a olhar para o tecto para disfarçar. O que é que se passa comigo? O que é que se passa com as minhas hormonas? Passou um ano, podemos voltar ao normal?! Sim?! Outras mães que me ouçam, digam-me... Isto vai passar?


segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Confissões de uma chocoholic

Hoje recebi a seguinte mensagem do Continente:

"A PENSAR EM SI: 25% desconto em Drops, Gomas e Chocolates"

A pensar em mim???
Não!
Se estivessem a pensar em mim ofereciam 25% de desconto em fruta, vegetais e naquelas bolachas que sabem a papel! Isso sim era a pensar em mim!
Meus caros não se oferece droga a um drogado...
Está mal!



Chocolatando,
Clã

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

We will always have Paris



Estou ansiosa por voltar à nossa cidade.
Estou ansiosa por percorrer a três todos os sítios onde fomos felizes e descobrir muitos outros!
Tenho saudades Paris!


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

1 ano

Foto by Louis

Passou um ano. E ainda não parece real. Sou mãe. Passou um ano desde a mais longa das noites que me aconteceu. Fui mãe. E ainda não sei como aconteceu. Revivo ao segundo essa noite. Cada pormenor, cada detalhe. Passou um ano. Não me esqueci de nada. E o que esqueci não aconteceu. Passou um ano. Fazia tudo outra vez. Não sou a melhor mãe do mundo. Sou a melhor mãe que o meu filho poderia ter. Em aprendizagem contínua. Há um ano que aprendo a viver com parte do coração fora de mim. Feliz por ter um coração que me sorri a cada reencontro. Ser mãe não me define mas é a melhor parte de mim.